passaTEMPO

Photobucket

Passaram por aqui

domingo, 26 de junho de 2011

poeMAFALDA

... é a mulher da minha VIDA a 34 anos, MAFALDA,
cuja conquista teve a ajuda da Mafalda do Quino!
:o)

Photobucket

 Este poema tem 14 anos.

14 comentários:

Sam disse...

Gosto dos plurais que você cria, de forma singular.

Grannnde Tonho :)

Beijo.
Samara Bassi

MIRZE disse...

Mais uma obra de arte!

Dessa vez a alma foi atingida de forma bela.

Beijos

Mirze

Adriana Karnal disse...

adoro a mafalda, do todos os jeitos.

Wania disse...

Tonho

Que linda esta tua criação alada! ;)
Adoro a Mafalda!


Bjs

myra disse...

empre me gustà Mafalda mas ahora me gusta un mAS!!!! mi querido Tnho GENIALISSIMO!
beijo enorme

Eraldo Paulino disse...

Eu prefiro essas. Com as outras to de mal.

Abraço!

Batom e poesias disse...

Já sou fã de tua linda Mafaldo, como sou fã da do Quinho.

Lindo!

bjs
Ross

João Menéres disse...

Um abraço, TONHO !

Eu/Nice disse...

Um amor... Um poema... Uma linda declaração de amor...
Ficou mais lindo com o movimento, parabéns!
Beijooo...
Nice

Adriana Godoy disse...

14 beijos...14 anos...amor de muito tempo, alado e sensível.

Sylvio de Alencar. disse...

TonhO, mais do que desenhar, você 'pinta' a imagem; mais do que escrever, você tece as palavras.
Vejo-me, pois, vestido de poesia.

Seu amor por ela, nos faz amá-la também

Uma simplicidade no que faz..., que cativa.

GRANDE AbRaÇo!!

Lua Nova disse...

Vc faz a "criação" parecer tão simples, fácil e sempre iminente.
Navegando em seu blog (pra matar as saudades) tive a sensação de que, a cada nova imagem, minha alma se abria um pouco mais a esse universo encantador das idéias e da criação. Seu blog é muito estimulante e suas obras alegram o coração. Saio muito melhor do que cheguei pelo encantamento que levo daqui.
Saudades de vc.
Beijokas.

Eraldo Paulino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eraldo Paulino disse...

COncretamente subjetivo e objetivamente lindo.

Demais mesmo!

To na sessão "recomenda-se blogs fantásticos" no twitter. E vim aqui pra recomendar este poema, que acho que é um dos melhores que já li nesse ano.

Abraço!