passaTEMPO

Photobucket

Passaram por aqui

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Uma janela... três olhares!


Imagem original: João Menéres http://grifoplanante.blogspot.com/

Imagem adaptada: Tonho

Poesia: Menina do MAR http://voltademare.blogspot.com/

Uma janela... três olhares!

(João Menéres, tonhOliveira e Menina Selma do MAR)

Eis, a janela aberta para um lago chamado céu

Uma esperança que não se encerra,

Num corpo que não parece mais meu.

Eis-me fachada sombria, farrapo de mim a planar

Eis que no fundo da minha alma perdida

Há uma réstia de tempo, a luz a chegar.


8 comentários:

Wania disse...

Lindos olhares de uma mesma janela:
Pela lente do João, pelos olhos do Tonho e pela pena da Selma!

Trio de peso!
Parabéns a todos, ficou lindo!

Bjs

BAR DO BARDO disse...

Belíssima parceira (ou ímparceria). A foto é uma viagem. O poema, outra.

Ou viajo?!

Adriana Godoy disse...

uma janela para o céu...ainda há luz pra chegar. Imagem linda, poema corresponde a ela. beijo.

Mai disse...

Harmonia de olhares e numa "...réstia de tempo, a luz a chegar..."

Excelente experimento.
Abraços,

Lara Amaral disse...

Os três olhares se deram muito bem juntos. Lindo! Abraços!

João Menéres disse...

O génio é o Tonho !!!
Quem me dera abrir assim janelas...

Menina do mar disse...

Parabéns a nós :)

Talita Prates disse...

Que bonito!
Gostei muito, Tonho.
O bom mesmo é ter essa esperança partilhada, né?

Bjo grande.